7 de nov de 2008

Minhas armas de Jorge de lado deixei.
Julguei justo por um instante lavar
meus pés, as mãos, os pensamentos.

Me vi de repente o próprio inimigo
usando as armas que me destes
para te atacar
e não mais para nos defender.

2 comentários:

Sabrina disse...

definição de couraça mais bonita que ouvi

Luisa Coser disse...

lindo!!! noção de justiça e injustiça consigo mesmo.